Viver é resistir

Continuando a breve série de poemas em homenagem aos trabalhadores, homens e mulheres, que morreram nos porões das prisões e das fábricas durante a ditadura no Brasil…

II

Mas com elas é muito pior…
    como pode ser pior!?
Não,  não é o estupro o pior
é a destruição da vida

Ela
        nem sabia
                                                                  o viu pela última vez
foi presa só
                                                     foi solta, só
foi tocada, apalpada
     penetrada
                                                      não lhe deixaram sentir
                                                      a mão no ventre
deu a luz
                                                      deu a luz
nunca mais
                                                      foi a mesma
enlouqueceu
                                                      fugiu.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s